Pintura

Anne-Louis Girodet, o retratista de Napoleão Bonaparte

O mestre de Anne-Louis Girodet foi nada mais nada menos que Jacques-Louis David, o pintor que controlou durante anos a atividade artística francesa, David foi o pintor oficial da corte francesa e de Napoleão Bonaparte. Essa ligação passou a ser a ponte para Napoleão se aproximar de Girodet e adotá-lo como retratista preferido da família.

Anne-Louis Girodet foi um dos precursores do movimento romântico na pintura francesa ao introduzir elementos de erotismo nas suas obras.
Viveu à procura da beleza ideal segundo os cânones clássicos da pintura, na linha da pintura neoclássica do seu mestre e sob uma vontade decidida de inovar. As suas obras estão impregnadas de uma graça e de um lirismo singulares, em harmonia com o espírito da sua época, prefigurando o romantismo.

Girodet foi um professor proeminente, era membro da Academia de Pintura e do Institut de France, cavaleiro da Ordem de Saint-Michel e oficial da Légion d’Honneur. Usou muito de seu tempo na composição literária, mas que só foram publicados postumamente em 1829.

Todo o roteiro da vida artística desse grande mestre da pintura aconteceu sob o pano de fundo sua vida de órfão. Seus pais morreram quando ele jovem e os cuidados com a sua educação e herança que recebeu recaíram sobre o seu tutor, um proeminente médico chamado Benoît-François Trioson, que mais tarde o adotou definitivamente.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button